II Ciclo

Redenção do coração – 40 catequeses

024 – 1980-04-16 – Cristo faz apelo ao «coração» do homem (it.)
025 – 1980-04-23 – O conteúdo ético e antropológico do mandamento «Não cometerás adultério»
026 – 1980-04-30 – A concupiscência é o fruto da ruptura da aliança com Deus
027 – 1980-05-14 – Radical mudança do significado da nudez original
028 – 1980-05-28 – O corpo não submetido ao espírito, ameaça a unidade do homem-pessoa
029 – 1980-06-04 – O homem com o seu corpo à luz da palavra de Deus
030 – 1980-06-18 – O domínio sobre o «outro» na relação interpessoal
031 – 1980-06-25 – A tríplice concupiscência limita o significado esponsal do corpo
032 – 1980-07-23 – A concupiscência torna impossível a liberdade interior do dom
033 – 1980-07-30 – Na vontade do dom recíproco, a comunhão das pessoas
034 – 1980-08-06 – O Sermão da Montanha aos homens do nosso tempo
035 – 1980-08-13 – O conteúdo do mandamento «Não cometer adultério»
036 – 1980-08-20 – O adultério segundo a lei e na linguagem dos Profetas
037 – 1980-08-27 – O adultério segundo Cristo, falsificação do sinal e ruptura da aliança pessoal
038 – 1980-09-03 – O significado do adultério transferido do corpo para o coração
039 – 1980-09-10 – A concupiscência como afastamento do significado esponsal do corpo
040 – 1980-09-17 – O desejo, redução intencional do horizonte da mente e do coração (it.)
041 – 1980-09-24 – A concupiscência afasta o homem e a mulher das perspectivas pessoais e «de comunhão»
042 – 1980-10-01 – Construir o novo sentido ético através da descoberta dos valores
043 – 1980-10-08 – Interpretação psicológica e teológica do conceito de concupiscência
044 – 1980-10-15 – Valores evangélicos e deveres do coração humano
045 – 1980-10-22 – Realização do valor do corpo segundo o plano do Criador
046 – 1980-10-29 – A força original da criação torna-se, para o homem, força de redenção
047 – 1980-11-05 – «Eros» e «Ethos» encontram-se e frutificam no coração humano
048 – 1980-11-12 – A espontaneidade é verdadeiramente humana quando é fruto amadurecido da consciência
049 – 1980-12-03 – Cristo chama-nos a reencontrar as formas vivas do homem novo
050 – 1980-12-10 – Tradição vetero-testamentária e novo significado de «pureza»
051 – 1980-12-17 – Vida segundo a carne e justificação em Cristo
052 – 1980-01-07 – A contraposição entre carne e Espírito e a «justificação» na fé
053 – 1980-01-14 – A vida segundo o Espírito fundada na verdadeira liberdade
054 – 1981-01-28 – Santidade e respeito do corpo na doutrina de S. Paulo
055 – 1981-02-04 – Descrição paulina do corpo e doutrina sobre a pureza
056 – 1981-02-11 – A virtude da pureza, realização da vida segundo a pureza
057 – 1981-03-18 – Doutrina paulina da pureza como «vida segundo o Espírito»
058 – 1981-04-01 – A função positiva da pureza de coração
059 – 1981-04-08 – Pedagogia do corpo, ordem moral e manifestações afectivas
060 – 1981-04-15 – O corpo humano, «tema» das obras de arte
061 – 1981-04-22 – A obra de arte deve sempre observar a regularidade do dom e do recíproco dar-se
062 – 1981-04-29 – Os limites éticos nas obras de arte e na produção audiovisual
063 – 1981-05-06 – Responsabilidade ética do artista ao tratar o tema do corpo humano